HOME



Justiça gaúcha conquista Selo Ouro do CNJ pela segunda vez consecutiva

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, pelo segundo ano consecutivo, recebeu o Selo Justiça em Números na categoria Ouro. A distinção foi concedida na tarde de segunda-feira (5/12/16), durante o 10º Encontro Nacional do Judiciário, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O evento foi realizado na sede do Tribunal Superior Eleitoral em Brasília, com o objetivo de aprovar as metas nacionais a serem cumpridas pelos órgãos da Justiça em 2017 e divulgar o desempenho parcial dos tribunais no cumprimento das metas deste ano.

Durante o encontro, que contou com a presença da Presidente do STF e do CNJ, Ministra Cármen Lúcia, ocorreu a solenidade de entrega dos Selos aos tribunais que se destacaram em termos de práticas de gestão pública eficiente. Pelo segundo ano consecutivo reconhecimento é conferido ao TJRS.

O Presidente do TJRS, Desembargador Luiz Felipe Silveira Difini, destacou que o recebimento desta honraria demonstra mais uma vez que o Judiciário gaúcho está na vanguarda em termos de gestão e produção de informações processuais e administrativas. "É o reconhecimento nacional de um conjunto de esforços promovidos através da sintonia entre magistrados e servidores, na busca de melhores serviços à sociedade", disse ele.

O magistrado manifestou sua expectativa na continuidade dos excelentes trabalhos desenvolvidos pelo Judiciário do Rio Grande do Sul. "Esperamos que sejam mantidas as condições para continuarmos neste nível de prestação de serviços, que ficará impossibilitada se houver incerteza de execução orçamentária", alertou.

O Desembargador Difini demonstrou confiança que o Legislativo gaúcho rejeite propostas que possam prejudicar a autonomia do Judiciário. "Confiamos que a Assembleia seja sensível a esta realidade e não acolha medidas que façam retroceder a qualidade dos serviços judiciários prestados à sociedade gaúcha, pois o Estado existe para promover os serviços necessários à população".


Juiz-Corregedor Leal Vieira, Corregedora-Geral Iris Helena, Presidente Difini
e Juíza Assessora Eliane Nogueira comemoram a distinção recebida

Selo Justiça em Números
O Selo Justiça em Números foi criado em outubro de 2013 para fomentar a qualidade dos dados estatísticos do Judiciário, sobretudo referentes ao Relatório Justiça em Números. A ideia é aprimorar a coleta e sistematização dos dados para garantir informações e indicadores confiáveis para a tomada de decisões no processo de planejamento e gestão estratégicos, além de aumentar o acesso público a esses dados. A Corregedora-Geral da Justiça,

Desembargadora Iris Helena Medeiros Nogueira, também acompanhou a cerimônia de entrega da premiação ao TJ, juntamente com o Juiz-Corregedor José Luiz Leal Vieira e a Juíza Assessora da Presidência Eliane Garcia Nogueira.

O 10º Encontro Nacional do Judiciário foi encerrado no final da manhã desta terça-feira (6/12/16), com a participação da Ministra Cármen Lúcia, do Corregedor Nacional de Justiça, Ministro João Otávio de Noronha, e do Presidente da Comissão de Gestão Estratégica, Estatística e Orçamento do CNJ, Conselheiro Bruno Ronchetti.

Fonte:
imprensa@tj.rs.gov.br
Texto: Renato Sagrera