HOME

Presidente Maria Beatriz e Fisioterapeuta Bruna

Fisioterapeuta Bruna Medeiros firma convênio com o Cejus

Na segunda-feira (18/04/2016), a Presidente Maria Beatriz Rodrigues Machado recebeu a Fiosioterapeuta Bruna Medeiros, para firmar mais um importante convênio, na área da saúde, em benefício dos Associados do Cejus.

Falando à Imprensa Cejus, Bruna Medeiros pontuou como importante no compartilhamento com os Associados, que a fisioterapia é acima de tudo preventiva, mesmo que tenha uma grande visibilidade como tratamento pós-traumático. Com bom humor, a fisioterapeuta observa que "toda a área da saúde é preventiva; ninguém precisa ficar louco para então consultar o psiquiatra."

Bruna chama a atenção para situações comuns no cotidiano das pessoas: "Se alguém está sentindo algum desconforto ou dor no corpo, é porque está disfuncionado em algum nível, seja a nível vertebral, seja a nivel muscular, seja a nível de órgão. É o momento de consultar a fisioterapeuta, que vai procurar restabelecer o equilíbrio dinâmico do paciente".

Sempre falando com entusiasmo sobre a profissão, Bruna destaca que, "desde a minha graduação pela PUC estou construindo minha formação. Hoje sou pós-graduanda em osteopatia, que oferece uma visão diferenciada do funcionamento do corpo, porque estuda, analisa e trata o corpo como um todo, e não por segmentos específicos. É um estudo que permite abordar o corpo humano de uma maneira global".

"O que ofereço na clínica e no atendimento a domicílio", enfatiza Bruna, "é um olhar sobre o individuo como um todo, dedicando muita atenção e cuidado à reeducação postural, associada a disfunção corporal que ele tem. O tratamento não se limita à dor mas a eventuais disfunções corporais, porque todo o desconforto e dor é resultado de alguma disfunção a nivel vertebral, muscular ou de órgão."

Bruna sinaliza o fator da sensibilidade pessoal, da empatia em relação ao paciente, condição humana que não depende de formação em Psicologia. "Nas relações com o paciente lidamos com várias questões de origem emocional e comportamental. Por vezes uma pessoa não tem nenhuma disfunção, mas tem dores, e a fisioterapeuta não pode esquivar-se do desafio. É necessário que a pessoa sinta confiança no meu trabalho e que tenha vontade de melhorar. É bom lembrar que um tratamento de saúde, especialmente o fisioterápico, depende em 50 por cento do profissional e 50 por cento do interesse do paciente. Todas as recomendações deve ser executadas. Um profissional da saúde toma uma hora do dia do paciente, duas a três vezes por semana. As 23 horas restantes daqueles dias estará tudo disfuncionando novamente, o que significa que o paciente deve zelar pela manutenção do tratamento. Não é o que faz durante uma hora que vai solucionar o que vem errado até por dezenas de anos."

Bruna Medeiros, graduada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul em agosto dre 2012, fez voluntariado no projeto de extensão promovido pelo LAPEX/UFRGS com ênfase em biomecânica humana e cinesiologia clínica. Foi monitora por dois semestres da disciplina de eletrotermofototerapia do curso de Fisioterapia da PUCRS e monitora por um semestre ds disciplina de hidroterapia da mesma instituição. Bolsista de iniciação científica pela PROBIC/FAPERGS do Instituto de Pesquisas Biomédicas da PUCRS, Laboratório de Biologia Celular e Molecular.

Bruna faz atendimento domiciliar e no consultório, na Avenida Taquara, 110/301 - Bairro Petrópolis.
Celular: 8192-0080.

Os associados do CEJUS, nas consultas com Bruna Medeiros, são beneficiados com um desconto de 20%.