HOME
União Gaúcha repudia parcelamento dos salários dos servidores

Em reunião na manhã desta segunda-feira (3/8/15), em que grande parte dos servidores públicos do Estado paralisa suas atividades em protesto ao parcelamento dos salários, os dirigentes das entidades que compõem a União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública, preocupados com a situação, decidem expressar publicamente seu repúdio à decisão do governo do Estado.

O presidente da UG, Eugênio Couto Terra, também presidente da Ajuris, lamenta a atitude do governador em eleger o funcionalismo público como alvo da crise financeira e estrutural do Estado. “Reconhecemos que a situação é grave, mas o governo tem outras alternativas para a saída da crise. No momento em que ele optou por parcelar os salários, ele prejudica não apenas aos funcionários públicos, mas toda a sociedade”, comenta o presidente.