HOME


Eugênio Couto Terra é reeleito
Presidente da União Gaúcha


Magistrado ressaltou a necessidade de os servidores públicos estarem mobilizados contra a possibilidade de desvalorização sugerida pelo Governo do Estado.

O presidente da AJURIS, Eugênio Couto Terra, foi reeleito por aclamação nesta segunda-feira (4/5) como presidente da União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública no Rio Grande do Sul. A definição ocorreu em Assembleia Geral Ordinária realizada na sede da AJURIS.

O presidente Eugênio Couto Terra agradeceu a confiança dos representantes das 29 entidades que integram a União Gaúcha e salientou que esse será um ano de intensos desafios para os servidores públicos, que exigirá forte coesão. "Será imperativo a adoção de uma atitude mais forte, que demonstre a insatisfação e a contrariedade com qualquer política que venha a ser adotada para desqualificar, desvalorizar ou desmoralizar o servido público", afirmou.

O magistrado também destacou que a defesa intransigente da previdência social e pública, e do IPE Saúde, como patrimônio do servidor público norteará a ação desta gestão.

Juntamente com Eugênio Terra foram eleitos para comandar a União Gaúcha até maio de 2016 o vice-presidente José Alfredo Amarante, da Federação das Associações de Servidores Públicos no RS (Fasp); o secretário-geral, Cristiano Linhares, da Associação dos Servidores do Ministério Público (Aprojus); e o tesoureiro Paulo Olympio, da Associação dos Servidores da Justiça do RS (ASJ).

Também foram eleitos os integrantes do Conselho Fiscal da União Gaúcha: Lisiane Zanette Alves, da Associação dos Defensores Públicos do RS (Adpergs); Ives Lucas, do Afocefe Sindicato; Celso Malhani de Souza, do Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Tributária do Estado (Sindifisco/RS); Álvaro Steigleder Chaves, da Associação dos Delegados de Polícia do RS (Asdep); e Luis Fernando Barboza, da Associação dos Procuradores do Estado do Rio Grande do Sul (APERGS).

A UNIÃO GAÚCHA EM DEFESA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL PÚBLICA foi criada em 08 de maio de 2005 e congrega 29 entidades representativas dos servidores públicos estaduais. A UG tem como um dos objetivos defender os interesses dos servidores e demonstrar a sua importância para o Estado, além de atuar em defesa da manutenção e efetividade de um sistema de previdência social de natureza pública.

Fonte:
Assessoria de Imprensa da UG
Gilvânia Banker