HOME

Delegados decidem ir à Justiça para evitar parcelamento salarial no RS


A Associação dos Delegados de Polícia do Rio Grande do Sul (ASDEP) ingressará na Justiça para evitar o parcelamento salarial no funcionalismo público estadual. A decisão foi tomada durante reunião da entidade na tarde de terça-feira (10/03/2015) em Porto Alegre.

De acordo com a ASDEP, mais de 100 delegados participaram da reunião realizada no auditório da entidade. O objetivo da ação é definir o direito líquido e certo dos associados, para que recebam os vencimentos integralmente na data prevista.

"Temos que ter obediência ao principio da legalidade que prevalece no âmbito da administração pública, pois a discricionariedade política não pode ultrapassar os limites constitucionais", afirma o presidente da ASDEP, delegado Wilson Müller Rodrigues, acrescentando que confia em uma solução satisfatória por parte do Piratini.

Na última sexta-feira (6), Sartori não descartou parcelar os vencimentos de funcionários estaduais. "Poderá acontecer, sim, ao longo do tempo", disse. "A situação é difícil, mas com certeza nós vamos fazer todo o esforço para que se evite essas situações de desgosto para muita gente. Esperamos que todo mundo compreenda das necessidades que o estado está enfrentando", acrescentou.

No mesmo dia, o secretário da Fazenda, Giovani Feltes, afirmou que as medidas do governo estão poupando R$ 60 milhões por mês, mas a economia é insuficiente para saldar a folha que chega a R$ 1,8 bilhão. "Não temos como afirmar que isso não possa acontecer e muito menos teríamos a possibilidade de estipularmos de forma definitiva que vai acontecer isto ou aquilo no mês tal", ponderou.

Fonte G1RS