HOME

Diretor do Foro da Capital e Presidente do TJ
assinaram a autorização para inicío dos trabalhos
(Fotos: Sergio Trentini)

Aprovada a reforma do prédio para o
Foro Central Criminal

Foi assinada na tarde de três de fevereiro de 2015 a ordem de serviço para o início das obras de ampliação e reforma do prédio do Foro Central Prédio I de Porto Alegre.

O Presidente do Tribunal de Justiça, Desembargador José Aquino Flôres de Camargo, enfatizou que "a principal preocupação que moveu a Administração foi a segurança de servidores, magistrados e da população, que utilizam diariamente os serviços do Poder Judiciário. Trata-se de um prédio que exige melhorias, obras de modernização e aperfeiçoamentos indispensáveis à melhor prestação jurisdicional", afirmou.

O início das obras resulta de um profundo estudo de reformulação do projeto original de reforma do Foro Central Prédio I. Serão implementadas inovações e melhorias que facilitarão o acesso e a circulação no prédio.
O Diretor do Departamento de Engenharia, Arquitetura e Manutenção (DEAM) do Tribunal de Justiça, Engenheiro Alcimar Andrade Arrais, explicou que haverá acessos exclusivos para magistrados, servidores e também de réus presos, mediante entradas independentes.

O Foro Central Prédio I será transformado em um Foro Criminal com duas entradas independentes. As atuais rampas internas de acesso aos andares serão retiradas para aumentar a segurança do prédio, sendo substituídas pela instalação de mais 10 elevadores. Isso também acarretará na ampliação do espaço útil. O projeto prevê, ainda, a instalação de uma escada rolante no térreo.

O Juiz-Diretor do Foro de Porto Alegre, Nilton Tavares da Silva, disse que a remodelação do projeto original é resultado de um amplo debate mantido com os gabinetes dos magistrados. Dessas discussões resultou um layout moderno, funcional e com uso racional do espaço, acrescentou o Diretor.

As obras deverão ser realizadas em um prazo de 40 meses. Segundo Rafael Silva Fornazieri, Engenheiro Civil da Tecon - Tecnologia em Construções Ltda., responsável pela reforma, deverão ter início imediatamente. Um contingente de 80 trabalhadores trabalhará na remodelação do Foro Central Prédio I de Porto Alegre.

Participaram da assinatura da ordem de início das obras os Vice-Presidentes do TJ, Desembargadores Luiz Felipe Silveira Difini, Manuel José Martinez Lucas e Francisco José Moesch, além do Corregedor-Geral da Justiça, Desembargador Tasso Caubi Soares Delabary, e do Diretor-Geral do TJ, Omar Jacques Amorim.

O Foro Central Prédio II, também chamado novo Foro Cível, é recém-construído e foi inaugurado em setembro de 2013.

Fonte: Imprensa TJ
Texto: Gilberto Jasper