HOME

Jusselaine Porto reassume representação do Cejus na União Gaúcha

Indicada pela Presidente Maria Beatriz Rodrigues Machado, a Vice-Presidente do CEJUS, Jusselaine Gomes Porto (foto ao lado), assumiu a representatividade da entidade no colegiado da União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública do RS. Jusselaine foi recebida e integrada ao colegiado na reunião de segunda-feira, dia 26/02/2018, realizada na sede da Ajuris. Na oportunidade, a representante do Cejus foi saudada pelo Secretário da União Gaúcha, Ricardo Freitas, representante do Sindicato de Auditores Públicos Externos do Tribunal de Contas do Estado.

A Presidente Maria Beatriz afirmou à Imprensa-Cejus que a indicação de Jusselaine reflete o respeito e admiração pelo expressivo trabalho que ela vem realizando nos mais importantes movimentos classistas da política associativa, onde exerce exemplar combatividade em defesa dos interesses dos servidores do Judiciário, em particular, e do Estado, em geral.

Jusselaine salientou que se sente impulsionada na política associativa pelo orgulho de ser servidora aposentada do Poder Judiciário e pelo respeito e carinho que cultua "por todos os servidores públicos, que dedicam sua plena capacidade de trabalho pelo bem comum da sociedade".

Reestruturação do IPE
A União Gaúcha em defesa da Previdência Social e Pública do RS, em reunião realizada nesta segunda-feira (26/2), reiterou a contrariedade ao regime de urgência imposto aos projetos de reestruturação do Instituto de Previdência do Estado (IPE), em tramitação na Assembleia Legislativa. “É importante que o regime de urgência seja retirado, pois só assim haverá tempo e espaço para ampliar o debate, possibilitando encontrar as melhores soluções”, ressaltou a presidente da AJURIS, Vera Deboni.

O Colegiado deliberou pela apresentação de emendas construídas pelos grupos de estudo da União Gaúcha à parlamentares da ALRS. Entre as principais preocupações da AJURIS e da União Gaúcha está a criação do IPE-Prev, como um gestor único centralizado, a quem competirá a concessão, o pagamento e a manutenção dos benefícios. “Para a Associação, é imprescindível que seja preservada a autonomia orçamentária, financeira e administrativa do Judiciário – como de resto dos demais poderes e órgãos autônomos. Entre os temas que defendemos nessa pauta está, por exemplo, a permanência da folha de pagamento dos aposentados da magistratura junto ao TJRS”, destacou Vera Deboni.

Assembleia Geral
A União Gaúcha irá realizar na próxima-segunda-feira (5/3) uma Assembleia Geral Extraordinária para a escolha dos membros substitutos para a Coordenação Executiva. Com o pedido de afastamento de Gilberto Schäfer, ex-presidente da AJURIS, e Luiz Fernando Barbosa dos Santos, ex-presidente da APERGS, os cargos de presidente e vice-presidente do colegiado encontram-se vagos. Os escolhidos permanecerão à frente da UG até a realização das próximas eleições, que tradicionalmente ocorre no mês de maio.